!! As (revira)voltas de duas manas, depois da partida de alguém muito especial..... !! As (revira)voltas de duas manas, depois da partida de alguém muito especial..... !!

.às voltas desde Faro

.ultimas voltas

. Diário de viagem - 7ºdia

. Diário de viagem - 6ºdia

. Diário de viagem - 5ºdia

. Diário de viagem - 4ºdia

. Diário de viagem - 3º dia

. Diário de viagem - 2º dia

. Diário de viagem - 1º dia

. de volta

. Férias #6

. Férias #5

.revirar no blog

 

.mapas

. todas as tags

.revira-voltas

As (revira) voltas de duas manas, depois da partida de alguém muito especial...

Domingo, 9 de Setembro de 2007

Diário de viagem - 7ºdia

 

 

Para nos despedirmos, fomos almoçar no Campanário: lapas, coral, espetada, bolo do caco com alho, milho frito, maracujá banana e claro a bela da poncha.

 

Compramos as ultimas recordações e o Cascão uma reserva de rebuçados de funcho.

Arrumamos as lapas congeladas, as frutas, os bolos de mel, a poncha, o licor de castanha e a ginja na mala, para o Tio nos levar ao aeroporto.

 

Eu bem queria lá ficar, só de pensar em ter de entrar num avião outra vez , mas também porque ficou muito por ver: as levadas, os percursos, as Desertas, as Selvagens e Porto Santo ficam para a próxima.

 

Quem disse que 7 dias na Madeira é muito tempo?

 

Adoramos conhecer a Ti'Irene e o Tio Anacleto mostrou ser um óptimo guia (principalmente gastronómico)

 

Até à próxima

 

 

estou....: recordando


Diário de viagem - 6ºdia

Quando saímos do Funchal até estava sol, mas quando estávamos subindo para a Eira do Serrado só apanhamos nevoeiro parecia a estrada dum filme de terror.

  

 

Mas valeu a pena, para chegar ao Curral das Freiras - uma pequena vila no coração da ilha, rodeada de montanhas - dizem que é o ground zero da formação da ilha. Para sorte minha a estrada velha estava fechada, assim o Tio Anacleto não teve ideias. Provamos a Ginja e o Licor de Castanha, tudo caseiro. E os adolescentes enviaram os seus postais para a a malta do continente.

Apesar da paisagem deslumbrante a natureza neste sitio mete respeito.

 

 

Voltamos à Eira do Serrado para almoçarmos na estalagem

 

 

e fizemos logo amizade com um habitante que adora bolo do caco

 

 

Fomos conhecer a parte oeste da ilha até à Ponta do Pargo

 

 

estava chuviscando e tivemos direito a rainbow

 

 

Logo no dia que me apetecia uma bebida quente, a Casa do Chá estava fechada

 

 

 

Descemos até ao Paul do Mar passando nas Janelas do Mar

 

 

e enquanto o cascão e o Tio Anacledo deram um mergulho, fomos tomar uma Coral no Portinho

 

 

 Chegando à Calheta foi impressionante encontrar areia - foi trazida do norte de África para a praia artificial - o único sitio onde vimos jogar à bola!

 

 

Enquanto a Gajinha e Jonnhy passearam na marina, nós ficamos descasando na MAD ERA"

 

 

 E como não podia deixar de ser, ficamos contemplando o pôr-do-sol na Ponta do Sol

 

 

 

 

 

estou....: recordando

revirado por Xika às 21:55

link da volta | revira voltas | volta aos favoritos

Diário de viagem - 5ºdia

 

Tomamos a direcção de Ribeiro Frio até Santana, sempre pela estrada antiga, a paisagem e a vegetação são deslumbrantes. Esta zona norte da ilha pertence à Reserva Natural da Rocha do Navio.

 

 

 

A ida ao Parque Temático da Madeira já estava prometida aos adolescentes, pagamos 10€ os adultos e a Carocha e o Cascão 8€ cada um.

Além das diversões o Parque tem vários pavilhões temáticos - o que mais gostamos foi a "Descoberta das Ilhas".

 

 

 a típica casa madeirense cobertura de colmo

 

 

o chapéu de palha

 

 

 o "caralhinho" da poncha

 

 

e claro a estrelícia , símbolo da Madeira

 

 

O final da tarde foi na esplanada para provar (outra vez) a poncha, a Carocha  e o Cascão tentaram passear de barco no lago, mas com tanta demora só conseguiram pousar para a foto.

 

 

 

estou....: recordando

revirado por Xika às 20:09

link da volta | revira voltas | volta aos favoritos

Sábado, 8 de Setembro de 2007

Diário de viagem - 4ºdia

 

O dia estava nublado e aproveitamos para conhecer a cidade do Funchal

 

Visitamos o exterior do Convento de Santa Clara, da  Quinta das Cruzes e da Igreja de S. Pedro (estava tudo fechado para almoço...) descemos até à Praça do Município

 

 

seguindo para o Largo da Sé, que se encontrava em obras

 

 

Subimos até ao Parque de  Santa Catarina com uma vista espectacular para a baia do Funchal

 

 

E seguimos pela Avenida do Mar  até à Fortaleza de São Lourenço

 

 

Depois de tanta caminhada a Carocha e o Cascão encontraram a Pizza Hut , fui obrigada a dispensar os pitéus madeirenses e alinhar, pois eram 2 contra 1.

 

Ficamos na esplanada e tivemos concorrência à pizza, um bando de pombos atacou-nos até conseguirem a sua fatia.

 

 

 

Seguimos pela marginal até à Fortaleza Santiago

 

 

 

 E fomos tomar café no Largo da Capela do Corpo Santo

 

 

 

Durante a tarde visitamos o Jardim Botânico, 3€ adultos e 1€ crianças, para além das milhares de espécies de plantas de todo o mundo, também se pode visitar o Museu da História Natural, o Herbário e o Loiro Park

 

 

Não descobrimos o nome desta, mas estava junto às plantas agrícolas

 

 

e as plantas aqu á ticas eram todas espectaculares

 

 

No Parque dos Louros vimos um casal de pavões brancos lindíssimos

 

 

Para terminar o dia subimos até ao Cabo Girão

 

 

Com uma altura de 580m é o 2º cabo mais alto do mundo

 

 

Lá do cimo conseguia-se ver as Fajã dos Padres cujo acesso só é possível de barco ou por elevador - 350m a descer - fiquei-me pela vista magnifica.

 

Fajãs são pequenos terrenos planos e cultiváveis à beira mar, não  percebi como é feita a rega, mas havia fajãs por todo o lado.

 

 

Junto ao elevador tomamos uma poncha comtemplando a baia de Câmara de Lobos

 

 

estou....: recordando

revirado por Xika às 16:42

link da volta | revira voltas | volta aos favoritos

Diário de viagem - 3º dia

 

O dia começou com uma visita ao Mercado dos Lavradores, é um dos locais de visita obrigatória, mas atenção se decidirem comprarem alguma coisa, gera-se uma guerra de vendedores que dizem de tudo para conseguir vender os seus produtos.

 

 

O peixe espada;

 

 

as frutas e legumes;

 

 

acana do açucar, vários tipos de maracujá e as delicias;

 

 

os chás;

 

 

e as flores - tudo excelente, e a escolha é dificil - pois é tudo delicioso.

 

 

 A Gajinha e o Jonhy foram de teleférico com a Carocha e o Cascão, a viagem panoramica ficou em 14,50€ para adultos e 7,75 para crianças, ida e volta.

A Je foi de carro até ao Monte, pois já não há combio a vapor, né.

 

 

 

 

 

Na Igreja da Nossa Senhora do Monte, padroeira da Madeira, está o tumulo do Imperador da Austria - Carlos I, passeamos no Jardim Municipal do Monte onde só se ouve o correr da água por todo o lado.   

 

 

 

Não chegamos a visitar o Jardim Tropical Monte Palace (entrada 10€) , mas do exterior encontramos 3 oliveiras com mais de 2.000 anos que vieram do Alqueva.

 

 

Naquela zona não faltam palácios e jardins, aqui é a Quinta Baden Powell do grupo 159 dos Escoteiros - a Carocha queria uma sede destas aqui na aldeia, para se sentir uma autêntica princesa.

 

 

A descida até ao Funchal...

 

 

 

 foi com o mesmo meio de transporte da subida.

 

Os carreiros empurram os cestos 4 km a uma velocidade alucinante,as solas dos sapatos são de pneu, e segundo o 59 - gastam-se!

Ao todo são 150 carreiros, a descida é 25€ por 2 pessoas - prefiro as lapas!

 

 

Á tarde fomos espreitar a praia, estava muito calor e um mergulho para refrescar era o que aptecia, não havia calhau que nos derrotasse....

 

 

a entrada e saida da àgua era uma autêntica prova de equilibrio

 

 

Na Praia Formosa existe uma gruta que dá passagem para a Doca do Cavacas

 

 

Este abrigo foi constriuido em 1943 pela Engenharia Militar Portuguesa e servia de abrigo para metralhadoras durante a segunda Guerra Mundial.

 

 

As Poças do Gomes, devido às poças naturais são conhecidas como a Doca do Cavacas

 

 

Aqui as casas são construidas nas rochas

 

 

o interior é muito fresquinho, e o jantar foi muito agradável....

 

 

 

estou....: recordar

revirado por Xika às 16:41

link da volta | revira voltas | volta aos favoritos

Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

Diário de viagem - 2º dia

 

Decidimos explorar o lado este da ilha, passamos pela Ponta do Garajau, onde fica a única reserva exclusivamente maritima de Portugal, aqui a água é mesmo cristalina - do miradouro que fica a cerca de 180m - consegue-se ver nitidamente o fundo do mar.

 

 

e claro, a foto ao Cristo lá da ponta

 

 

 

Em Machico, piquenicamos junto à marginal, ainda tentei fotografar os surfistas mas as fotos ficaram muito más, aqui o surf deve ser considerado um desporto radical - é que apanhar ondas a poucos metros do cascalho não deve ser para todos. Ao fundo vê-se a Capela dos Milagres.

 

  

 

 

Foi aqui que desembarcaram João Zarco e Tristão Vaz Teixeira, visitamos o Forte do Amparo, que tem uma forma triangular de modo a proteger os dois lados da baia.

 

 

Chegamos à Ponta de S. Lourenço uma península com dois ilhéus (Ilhéu da Cevada e Ilhéu da ponta de S. Lourenço), existe um percurso pedestre com cerca de 9 km, mas não convenci a Carocha nem a Gajinha.

 

 

Aqui é possível também ver a costa norte, mais rochosa e mais ventosa.

 

  

 

De regresso paramos no Caniçal para nos refrescarmos, mas no mar era difícil , a zona industrial mesmo ali ao lado também não ajudou, por isso ficamos pela piscina de água salgada (acho eram todas salgadas).

 

 

 

Aproveitamos para petiscar umas lapas e uns picadinhos acompanhado pela Coral bem fresquinha.

 

Acabamos a night a provar mais ponchas, e a minha colher do café tinha um buraco!!

 

 

Num intendi a funcionalidade do orifício , mas se alguém souber agradeço a explicação - as especulações são muitas... 

estou....: recordar


Quarta-feira, 8 de Agosto de 2007

Diário de viagem - 1º dia

 

A viagem foi atribulada, em pânico para ser sincera, tremia só de pensar que tinha de voltar a entrar num avião de novo. Acho que, só por isso achei pouco tempo e não consegui ver / fazer tudo o queria.  

 

 

 

No 1º começamos por subir a Serra d'Água até à Encumeada , as paragens nos miradouros eram obrigatórias, e as provas das ponchas também.

 

 

 

Seguimos até S. Vicente, onde visitamos o Centro de Vulcanologia e as Grutas de S. Vicente.

 

 

Os tubos estão modificados, para conseguirmos percorrer as grutas, mas podiam estar melhor acabados - existe muito cimento visível . Mas vale a pena, a entrada para adultos foi 8€ o Cascão pagou 6€ e a foto não estava incluída no preço (+5 €!!), mas como ficou porreira lá me convenceram...

 

 

 

Mesmo com as explicações da guia,o Cascão continua a dizer que as rochas magmáticas ali formadas não são basalto. O efeito mousse de chocolate das pequenas estalactites vulcânicas , abriu-nos o apetite.

 

 

 

 Chegados à costa norte, fomos comer o belo do prego no bolo do caco, com vista para a baia do Seixal!! Claro que não encontramos a Quinta da Atalaia...

 

 

Precorremos a costa norte até ao Porto Moniz, sempre pelas estradas antigas os túneis e a queda de pedras metiam respeito.

 

 

Algumas das estradas estavam fechadas (pudera!!), por isso não passamos pelo Véu da Noiva - uma queda de água gigante, mas demos a volta pela estrada menos antiga (felicidade) para tirar a foto.

 

 

De regresso ao Funchal, subimos até à Santa do Porto Moniz onde encontramos várias habitantes passeando, mas os animais devem estar acostumados, pois desviavam-se dando-nos passagem e nenhuma atravessou fora da passadeira!

 

 

 

Depois de tantas curvas para subir a serra parecia impossível encontrar um planalto lindissimo a 1400m de altitude - Paul da Serra- é o Alentejo lá do sitio.    

 

 

E descemos pela Bica da Cana até à Encumeada , literalmente, andamos nas nuvens!!

 

 

Depois de tanta volta, a Carocha e a Gajinha já não queriam andar mais...

 

estou....: recordando

revirado por Xika às 22:07

link da volta | revira voltas | volta aos favoritos

Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

de volta

 

 

Estava dificil ...

 

Finalmente consegui eliminar toda a bicharada que infestou o pc , continua lento mas pelo menos já não tem vontade própria.

 

Hoje fica só um resumo, é que ainda não consegui carregar as fotos.

 

 

Já cheguei e adorei quase tudo da ilha com mais calhau que vi até hoje;

 

fui a Espanha matar saudades dos cunhados;

 

voltei;

 

lavei a carroça 2 vezes e não parti nada;

 

fui 2 vezes à oficina com a carroça (antes de a lavar);

 

a Carocha passou no exame e já está matriculada;

 

já acabou a Festa da Ria Formosa em Faro, mas consegui ir fazer as provas;

 

montei umas colunas todas XPTO;

 

e já tenho musica na cozinha e/ou no quintal;

 

a avó chegou hoje de viagem e veio buscar o cão;

 

a Carol já pode escolher o lugar mais fresco da casa;

 

ainda não fui à Feira do Livro;

 

mas já comprei uns livrinhos no modelo;

 

já começei a trabalhar... mas gozei as férias até ao último minuto;

 

e já conseguir faltar ao serviço;

 

 

 

As férias foram óptimas, mas chegar a casa também é bom.

 

 

estou....: de volta
ouvindo:: Casinha - Xutos


Domingo, 20 de Agosto de 2006

Férias #6

 

 

Claro que obriguei a Gajinha a ir ao Cabo de S. Vicente, para vermos o magnifico pôr-do-sol, onde o pessoal que está à espera do final do dia aplaude como na publicidade.

 

 

Depois destas voltas todas, estava muito plástica, mas a Gajinha encontrou um espécie de "figo" que já não via à muito tempo, e que segundo dizem tem poderes curativos para as enxaquecas.

 

 

Ainda vou levar alguns anos a recuperar  do susto que apanhamos, pois debaixo da tenda estava um escorpião, mais conhecido por lacrau que teimava em não sair de cima do nosso oleado e com a cauda em posição de nos ferrar. Enquanto me lembrar não volto a tocar numa tenda.

 

estou....: de volta
ouvindo:: Lenny Kravitz - Fly Away


Férias #5

 

Assim que chegamos a Sagres fomos logo à praia do Castelejo, onde a água estava espectacular, e tinha algumas ondas para nos enrolarem. Os adolescentes adoraram e nem a Papoila ficou na toalha.

 

Outra visita obrigatória em Sagres, é  a praia do Tonel

 

 

Onde o Leixão nos deixa uma certa nostalgia dos bons tempos aqui passados

 

 

 

estou....: (já não estou) de férias
ouvindo:: Lenny Kravitz - Fly Away


Férias #4

 

 Ainda paramos no Cabo Sardão, enquanto procuravamos praias com areia e menos pesoal .

 

 

Mas os "zingarelhos " que apareciam no caminho dificultavam, a nossa busca... 

 

 

Claro que só passando a fronteira do nosso Algarve, em Odeceixe é que encontramos uma praia com MUITA areia, e a água estava espectacular . Ficamos com um bronze de fazer inveja a muita gente.

 

  

estou....: (já não estou) de férias
ouvindo:: Lenny Kravitz - Fly Away

revirado por Xika às 15:36

link da volta | revira voltas | volta aos favoritos

Sábado, 19 de Agosto de 2006

Férias #3

 

 

Passamos por Vila Nova de Milfontes, e só nos atrevemos a parar aqui, é que estava tão cheio de gente que fugimos (acho que nem a praia Da Quarteira está tão atafulhada).

 

 

Fomos então à procura de outra paragem, onde começou a saga "Gajinha e a perseguição dos bichos".

 

 

Ficamos na Zambujeira do Mar, depois do festival mas ainda encontramos vestígios .

Não pudemos ficar muito tempo, pois a Gajinha descobriu que dormiu com uma aranha grande, gorda e peluda no "telhado" da tenda e tivemos que evacuar o acampamento para outra paragem.

 

estou....: (já não estou) de férias
ouvindo:: Lenny Kravitz - Fly Away

revirado por Xika às 15:24

link da volta | revira voltas | volta aos favoritos

Férias #2

Quando o calor se tornou insuportável e já estávamos com alucinações, decidimos ir para a costa azul!

Onde ainda encontramos perto do Carvalhal  vestígios bem originais do mundial, e já se sentia o cheio a mar.

 

Foi mesmo para recordar, e matar saudades de outras férias bem passadas. Ao chegarmos andamos explorando os vários caminhos de fuga em caso de bebermos algumas cervejinhas a mais.

Este era um deles (se o avô sonha!) atravessar o porto de abrigo em Porto Covo, mas com a maré vazia! Claro....

 

 

Ainda "tentamos" fazer o passeio de barco até à Ilha do Pessegueiro, mas com os adolescentes em completa embirração ficou para a próxima, pois não estávamos dispostas a passar duas horas com eles presos numa ilha. Além disso depois do susto que apanhamos na praia com os execicios dos helis, ´ficamos sem vontade de lá ir.

 

 

Era assim que o sol nos deixava todos os dias, lindo!!!!!!!

 

 

estou....: (já não estou) de férias

revirado por Xika às 15:02

link da volta | revira voltas | volta aos favoritos

Sexta-feira, 18 de Agosto de 2006

Férias #1

 

Foi uma partida para férias meio atribulada, pois queríamos abalar de manhã cedo, mas eram 10 horas e ainda estávamos em Faro, sim porque mesmo com o carro do avô a tralha não cabia toda!

Enfim....passado o stress da partida conseguimos descontrair, fizemos mais de 1.500 km pelo nosso Portugal (com uma pequena passagem pelos nuestros ermanos ) sem passar pelas auto-estradas. A Gajinha, que foi a minha motorista particular, passava-se cada vez que encontrava "zingarelhos " destes no nosso Alentejo.

 

 

Os primeiros dias passamos com a famelga do meu mais-que-tudo com uns belos mergulhos na piscina, pois ás 22 horas ainda estavam 38º!!!

 

 

A Papoila adorou, e agora só quer ir de novo para a casa daquela "tia que fala esquisito".

 

estou....: (já não estou) de férias
ouvindo:: Lenny Kravitz - Fly Away


Quarta-feira, 16 de Agosto de 2006

já fomos e já viemos

e estou demasiado cansada, hoje já começou a labuta...

estou....: estoirada
mapas:


Segunda-feira, 31 de Julho de 2006

que sossego....

 

Os adolescentes foram de férias com a avó e depois com o avô, primeiro achava que iria morrer de saudades dos stressadinhos , mas por muito feio que pareça, não , é que estava tão descansada que a única coisa que me preocupava era o dia que eles iriam voltar.

Claro que eu e a Gajinha arranjávamos sempre coisas para fazer e nos manter ocupadas noutras aventuras (logo explico mais tarde)

Um beijão da mãe Xika para a Carocha e Cascão!

 


revirado por Xika às 23:20

link da volta | revira voltas | volta aos favoritos

Domingo, 9 de Abril de 2006

férias

 

Amanhã não vou trabalhar!!!

Estou de férias até dia 17.... por isso uma boa semana de trabalho para TODOS. 

 

estou....:
ouvindo:: Smoke On the Water - Deep Purple



.Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.voltas obrigatórias

.às voltas desde Faro

As (revira) voltas de duas manas, depois da partida de alguém muito especial...

.subscrever feeds